Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico

Renatim


Seu nome:

Sua URL:

Com que freqüência você visita o meu site?
Todo dia
Uma vez por semana
Uma vez por mês
Uma vez por ano

Faça seus comentários no espaço abaixo:



Total de visitas: 14868
São Paulo x Corinthians


http://www.saopaulofc.net/spfc/noticias2NOVO2.asp?PLC_map_001_c=02.01&PLC_cng_ukey=39124201301PZWUSLA

Passeio no Morumbi
São Paulo fez 3 a 1 no Corinthians

Marcelo Prado - 11/2/2007


E a escrita está mantida. Jogando com extrema autoridade durante os 90 minutos, o São Paulo fez 3 a 1 no Corinthians e manteve a supremacia sobre o seu rival, que não sabe o que é vencer desde o dia 22 de março de 2003. De quebra, o time ainda ganhou moral para a estréia na Taça Libertadores da América, na próxima quarta-feira, contra o Audax Italiano, no Chile.



O jogo



Os dois times vieram com surpresas nas escalações. No São Paulo, que entrou no esquema 3-5-2, Muricy Ramalho preferiu efetivar Lenilson como titular e deixar Hugo no banco de reservas. Já o Corinthians, na mesma postura tática, tinha Willian no meio-campo e Roger avançado como atacante, ao lado de Wilson.

Os primeiros 15 minutos de partida foram de extrema velocidade. Os dois times, empurrado por suas respectivas torcidas, que compareceram em grande número ao estádio do Morumbi, buscaram o ataque. O São Paulo chegou com perigo pela primeira vez aos oito minutos. Reasco cruzou da direita, Aloísio não alcançou a bola, que sobrou para Jadílson. O lateral-esquerdo chutou por cima do gol de Marcelo. O Corinthians respondeu aos 16min, em chute cruzado de Roger, que foi bem defendido por Rogério Ceni.

A partir da metade do primeiro tempo, o Tricolor tomou conta da partida. Isso porque o esquema adversário, com apenas um atacante não funcionou. O trio de zagueiros são-paulinos, bem postados, tinham espaço para avançar ao campo ofensivo. Alex Silva procurava o jogo pela direita com Reasco e Leandro. Como a bola não chegava, Roger recuava para o meio, o que facilitava ainda mais as coisas para a marcação são-paulina.

Melhor em campo, o Tricolor abriu o marcador aos 29min. Reasco fez boa jogada pela direita e cruzou para Aloísio, que tocou para Jadílson. O lateral recuou para Lenilson que, da entrada da área, bateu rasteiro e cruzado, no canto esquerdo de Marcelo, que caiu atrasado. Com 1 a 0 no marcador, a supremacia são-paulina ficou ainda mais evidente. Rogério Ceni era um mero expectador do jogo. Leandro, em chute cruzado, obrigou Marcelo a fazer boa defesa.

E, quando a partida já se encaminhava para o final da primeira etapa, o Tricolor ampliou sua vantagem. Após chutão de Miranda para o ataque, Marquinhos falhou e deixou Aloísio dominar. Ao ser fintado, o zagueiro corintiano deu um bico na perna esquerda do atacante são-paulino. Pênalti que Rogério Ceni cobrou com extrema categoria, no canto esquerdo do gol corintiano.

Na etapa complementar, o panorama da partida não se modificou. O São Paulo seguiu superior e continuou explorando as deficiências do setor defensivo corintiano. O primeiro ataque de perigo foi do Tricolor, aos 11min. Após cobrança de escanteio pela direita, a bola sobrou para Fredson, que bateu no ângulo de Marcelo, que fez grande defesa. Dois minutos depois, o Tricolor ampliou sua vantagem. Reasco fez belo passe para Aloísio, que avançou livre e, na saída de Marcelo, tocou para Leandro, que rolou para o gol vazio.

O Corinthians, perdido em campo, tentava juntar os cacos, enquanto que o São Paulo seguia pressionando. Aos 21min, após toque de cabeça de Aloísio, Reasco bateu cruzado e Marcelo defendeu. A partir dos 25min, o time do Morumbi recuou e passou a controlar o jogo no meio-campo. A marcação dos trÊs zagueiros era perfeita atrás, mesmo a partir do momento em que o Corinthians passou a atuar com três atacantes.

Aos 31min, o Corinthians ficou com dez homens, já que Magrão deu uma botinada em Leandro e, com justiça, recebeu cartão vermelho. Logo depois, o técnico Muricy Ramalho promoveu duas alterações na equipe. Saíram Leandro e Aloísio e entraram Rafinha e Hugo. Aos 36min, o time de Parque São Jorge marcou seu gol de honra com Wilson, após cruzamento da direita. Nos últimos minutos, o Corinthians tentou pressionar, mas o São Paulo soube segurar a partida e garantir a importante vitória.